Como medir a vida!

Como-Medir-a-vida-720x340

Você deve, NESSE MOMENTO, estar achando que estou louco, não? Mas é verdade! Podemos sim medir a vida. Quando a gente dá um pulinho do lado de lá (como foi meu caso), a gente entende como o tempo funciona. E é isso o que vou explicar para você hoje.

Quando nossa consciência está liberta, fora do corpo como em um processo de EQM, percebemos as coisas em “quadros”. Confesso que odeio esse termo EQM (Experiência de Quase Morte). Ninguém quase morre, ou você morre ou não. A diferença é que você, às vezes, volta como foi meu caso, mas continuando…

Deixa-me ilustrar isso na sua mente. Imagina que você tem uma parede com várias fotos de momentos felizes em sua vida. Toda vez que você olha para cada foto na sua parede, pode se lembrar de cada situação. Se forçar um pouquinho mais a sua memória e fechar os olhos, poderá voltar mentalmente naquele momento e experienciar de certa forma aquelas emoções. Você pode rapidamente pular de uma foto para a outra e acessar aquela memória.

Do outro lado, vemos também essa “parede”, mas como eu posso dizer, em “vídeo”… real… Tomamos consciência de todos os momentos que vivemos ao mesmo instante. É como se não houvesse mais a linearidade do passado, presente ou futuro e tudo está ali.

E o que vemos não são as coisas cotidianas. O que vemos são os momentos que criamos onde nos sentimos tristes, felizes ou com raiva… Vamos dizer: registramos nossos picos de emoções. São esses picos que são registrados em nosso “código” da vida.

Compreender isso vai fazer você entender que nossa vida é medida por picos de emoções que são registradas em cenas vivas em nossa consciência. Esses momentos podem acontecer aleatoriamente, mas, uma vez que você entenda, poderá começar a gerar esses momentos intencionalmente.

Hoje, procuro me forçar a aproveitar os momentos que posso – aniversários, jantares, festas, uma caminhada na natureza – mas faço isso conscientemente e registro em minha memória. Parece que a gente faz 10mil coisas em um único mês… Faz mesmo e isso nos dá a realização de estarmos aproveitando a vida.

Convide sempre pessoas queridas para compartilhar esses momentos com você, faça um jantar diferente, programas culturais. Viagens são picos extremos e fazem toda diferença. No futuro, lembrar esses momentos vai fazer você perceber o quanto viveu… o quanto valeu a pena cada minuto de sua vida.

Aproveite mais sua vida, crie momentos agradáveis todos os dias e compartilhe esses momentos com as pessoas que você ama!